Mostrar Mensagens

Esta secção permite-lhe ver todas as mensagens colocadas por este membro. De realçar que apenas pode ver as mensagens colocadas em zonas em que você tem acesso.


Tópicos - pmucharreira

Páginas: [1]
1
Escolas / Jogo do Investimento - ISCTE
« em: Abril 11, 2006, 19:52:51 »

O jogo do investimento tem como principal objectivo possibilitar um primeiro contacto dos alunos do 11º e 12º anos com a realidade dos mercados financeiros. Ao permitir um acompanhamento muito próximo durante cerca de um mês do dia a dia dos principais mercados financeiros, os participantes no jogo têm oportunidade de apreender, testando na prática alguns dos conceitos essenciais de realização de investimentos e de funcionamento dos mercados financeiros.
 
Tratando-se de um jogo desenvolvido com preços reais e que se desenrola em simultâneo com a própria realidade, tem a enorme vantagem de gerar o necessário interesse e motivação por parte dos participantes ao verificarem que não se trata de nenhuma simulação ou simplificação da realidade, mas antes que estão a confrontar-se com o mesmo enquadramento a que está sujeito qualquer profissional desta área de actividade. Este jogo do investimento é uma experiência pioneira de interacção de uma Instituição Universitária com o Ensino Secundário.

Participaram este ano inúmeras escolas, conseguindo-se assim a participação de mais de duas centenas de equipas de todo o pais. O jogo terminou a 20 de Março e a divulgação dos resultados globais e entrega de prémios monetários decorreu no Open Day do ISCTE, que teve lugar dez dias depois, dia 30 de Março, sendo de destacar a participação do Externato de Penafirme (resultados globais e 3 vitórias semanais), bem como o resultado final (2º lugar global) de uma equipa do ICE – Instituto de Ciências Educativas (Ramada), colégio este que possui já inúmeros estudantes provenientes deste concelho e região envolvente. Mais importante que as posições e méritos alcançados, fica a participação e o incentivo à pesquisa e aplicação de conhecimentos por parte destes alunos do ensino secundário, levando-os desta forma também a encetarem o contacto com o mundo empresarial e financeiro.

Pedro Ribeiro Mucharreira

2
Geral - Outros Temas / Imagem Peregrina de Fátima
« em: Abril 11, 2006, 19:48:47 »
Para os interessados, neste tópico irá sendo actualizado o programa geral da Visita da Imagem Peregrina de Fátima à Vigararia de Torres Vedras

Dia 17/04 às 21h30 - Ramalhal para Ameal (Procissão de Velas)
Dia 18/04 às 21h30 - Ameal para Vila Facaia (Procissão de Velas)
Dia 19/04 às 21h30 - V Facaia para Abrunheira (Procissão de Velas)

Dia 22/04 - Passagem da Paróquia de Ramalhal para Torres Vedras (chegada junto ao tribunal)

3
Bares e Diversão Nocturna / CAIM - Banda Revelação
« em: Dezembro 03, 2004, 08:47:54 »
Convido-vos a aceder ao site desta banda, uma grande promessa da música portuguesa, vencedora da Antena 3 Rock Madeira 2002 e com espectáculos agendados na região

www.caimband.com


Cumprimentos,
Pedro Ribeiro Mucharreira

4
Geral- Ensino / Site do Instituto Ciências Educativas (Particular)
« em: Outubro 23, 2004, 19:16:07 »
Novo site do colégio, novos formatos, conteúdos úteis para todo o elenco escolar e sua envolvente...

"Uma Escola a tempo inteiro"...
 

www.ice.edu.pt

5
Geral - Desporto / JANTAR DRAGÕES TORRES VEDRAS
« em: Fevereiro 02, 2004, 21:30:09 »
Vai realizar-se no próximo dia 7 de Fevereiro de 2004 (Sábado), pelas 20h30m no Restaurante - A Verónica - (Parque Regional de Exposições) o 1º GRANDE ENCONTRO PORTISTA. Pretende-se conhecer e dar força à chama do dragão na nossa cidade!

Contacto p/marcações até dia 4/2/04: 261 321118.

6
Alertas URGENTES à Câmara! / Ex-Passadeira frente CAERO
« em: Janeiro 21, 2004, 18:19:10 »
Já noutro tópico e na Assembleia Municipal alertei para o perigo actual da ex-passadeira em frente da paragem do CAERO, transferida na direcção do tribunal. Permanecendo a habituação de passagem no local  (principalmente por crianças e adolescentes das escolas) onde já não existe passadeira, tal facto tem contribuído para, segundo sei, diversos acidentes, e sempre que lá passo de automóvel constato a situação.

De novo lanço a proposta de por exemplo serem colocados placards publicitários ou outro material e também o ajardinamento, removendo assim a calçada de ambos os lados da avenida, por forma a potenciar a passagem de forma correcta, no novo local.

Cumprimentos!

Pedro Ribeiro Mucharreira

7
Escolas / ENSINO - ICE
« em: Dezembro 10, 2003, 05:48:38 »
Seria talvez interessante criar um fórum com a temática ENSINO...

Um pequeno contributo meu, com uma pequena imodéstia, realçando o início de um projecto iniciado com uma turma do 11º ano, com a colaboração do 10º ano - Economia, no Instituto de Ciências Educativas (ensino particular) da Ramada-Odivelas, onde já estudam alguns alunos da região,cujos pais trabalham na Grande Lisboa.

Existem excelentes escolas públicas e privadas no concelho de Torres Vedras, seria interessante vislumbrar outra dinâmica e interacção com a sociedade.

Caso lhe suscite interesse...

Site da Disciplina de Economia do ICE:
www.economistas.no.sapo.pt

Site do Colégio:
www.pedago.pt

Site pessoal de um aluno:
www.infantrilhos.com/economia

Obrigado pela atenção!

Cumprimentos

Pedro Ribeiro Mucharreira

8
A criação deste tópico tem o propósito de levar até aos munícipes as intervenções de um seu representante na Assembleia Municipal, colmatando uma ínfima parte da lacuna que existe neste site ao não tornar disponível as actas – que são públicas - das Assembleias Municipais, sendo também certo que muitos assuntos não chegam à comunicação social. Assim, julgo ser importante este pequeno contributo que irá sendo actualizado oportunamente.

Intervenções na Assembleia Municipal
Pedro Ribeiro Mucharreira (PSD)


ANO 2002
Sessão Ordinária de 15 de Fevereiro 2002

Período Antes Ordem Dia


FELICITAÇÕES / FUNDIÇÃO DOIS PORTOS: “começou por felicitar os membros da assembleia e fez votos para que este Órgão cumpra para com as expectativas nele depositadas pelo eleitorado. Solicitou ao Sr. Presidente da Câmara que prestasse os devidos esclarecimentos sobre os resultados teóricos ou práticos da reunião que o executivo camarário teve com a Fundição Dois Portos e com elementos do Ministério da Saúde. Questionou qual o ponto de situação e quais as medidas que a Câmara pretende tomar a curto e médio prazo, acerca deste grave problema ambiental em plena cidade de Torres Vedras. Alertou para a necessidade da Câmara zelar pelos interesses da referida empresa, seus trabalhadores , não esquecendo a saúde e bem estar da população.”


Sessão Ordinária de 22 de Fevereiro 2002

Ponto 11 da Ordem de Trabalhos – Exposição da Actividade Municipal


UNIVAS: “inquiriu o Sr. Presidente da Câmara se não achava profícua uma maior descentralização das UNIVAS.”


Sessão Ordinária de 30 de Abril 2002

Período Antes Ordem Dia

CONSTRUÇÃO PARQUE SUBTERRÂNEO - REMOÇÃO DO OBELISCO
: “manifestou o seu desagrado com a ideia referida em título e sugeriu a zona periférica da cidade para a construção de mais parques de estacionamento, fomentando os transportes públicos.”

Ponto 1 da Ordem de Trabalhos – Discussão e Votação do Orçamento da Câmara Municipal 2002

“fazendo a análise às transferências correntes, solicitou esclarecimentos sobre o montante que ascende a mais de € 553.000 discriminados nas rúbricas “outras”. Do mesmo teor questionou a rúbrica “famílias” e afirmou a necessidade de uma inversão nas despesas correntes para fomentação do investimento.”


Sessão Ordinária de 3 de Maio 2002

Ponto 9 da Ordem de Trabalhos – Discussão e Votação do Relatório Actividades da Câmara Municipal 2001


“da leitura que fez do relatório de actividades declarou que gostaria de ver esclarecidos alguns pontos. Aludindo ao facto de ter havido uma subida de 24% nos pedidos de licença de uso e porte de arma, questionou se as mesmas foram de caça ou de uso pessoal, podendo tal crescimento estar adstrito a um sentimento de maior insegurança por parte dos cidadãos. Quanto aos investimentos de 48% atribuídos ao Sector de Vias Municipais, inquiriu se não seriam excessivos em detrimento dos valores atribuídos aos Sectores da Cultura e Educação. Constatou, analisando os passivos financeiros, que a Câmara tem capacidade de endividamento que não é aproveitada para fortalecer o investimento.”


Sessão Ordinária de 21 de Junho 2002

Período Antes Ordem Dia

ESTRADA CAPA ROSA – S PEDRO CADEIRA
: “reforçou a intervenção anterior, salientando que a situação da referida via faz lembrar o tratamento dado a uma estrada de um concelho vizinho, que liga Gradil a Murgeira, parcialmente acabada. Mais afirmou que tal realidade se deveu apenas e tão só para a comitiva governamental do governo do engº António Guterres se deslocar comodamente à Tapada Nacional de Mafra, ficando o resto do troço em péssimas condições. Considerou assim tal situação surreal e terceiro mundista, o que, vendo-se também presente no concelho de Torres Vedras, nada dignificaria esta autarquia.”

INAUGURAÇÃO MONUMENTO AOS COMBATENTES ULTRAMAR: “felicitou a autarquia pela inauguração em epígrafe, justa homenagem a todos aqueles que lutaram pela nossa Pátria no ultramar.”


Sessão Ordinária de 27 de Setembro 2002

Período Antes Ordem Dia


EVENTUAL TRANSFERÊNCIA DO OESTE PARA CCR COIMBRA: “disse compreender o propósito do governo, com a eventual criação da Área Metropolitana do Oeste, a qual terá como objectivo obter mais fundos comunitários. Louvou a aprovação pelo executivo camarário de Torres Vedras de uma moção sobre este tema. Salientou haver uma identidade oestina a preservar a nível socio-económico e noutros domínios, se bem que hoje em dia com a massificação da cidadania europeia tudo isto tende a esbater-se. Perante tal situação equacionou a possibilidade de Torres Vedras ficar numa situação periférica. Fez notar que a questão que se deveria colocar seria se Torres Vedras conseguiria abarcar para si, ser um pólo centralizador, ou perderia influência para outros concelhos.”

LAVAGEM CAMIÕES RECOLHA RESÍDUOS SÓLIDOS: “questionou o Sector de Higiene Pública sobre se permanece a situação de não lavagem dos camiões em título, sem haver uma correcta desinfestação, e os mesmos só serem lavados com água, com todos os perigos para a saúde pública que daí poderão advir.”

Ponto 3 da Ordem de Trabalhos – Exposição da Actividade Municipal

“alertou para o facto de já terem havido vários acidentes no cruzamento do CAE, devido à sinalização existente no local gerar confusão a quem tem prioridade, solicitando que o Sector de Trânsito actue em conformidade”


Sessão Ordinária de 27 de Dezembro 2002

Período Antes Ordem Dia

FUNDIÇÃO DOIS PORTOS
: “formulou também os seus votos de boas festas a todos os presentes e questionou o executivo sobre o actual ponto de situação da empresa em título, tendo presente que é um caso complexo e de resolução demorada. Deu nota que uma munícipe do nosso concelho lhe manifestou a sua indignação perante este grave problema e inquiriu quando seria solucionado.

 CASAL DOS AMIAIS - ATERROS: “disse que gostaria de ver esclarecida a questão dos aterros situados no casal em título, o qual se situa em Reserva Ecológica e Agrícola. Aludindo ao consubstanciado no Decreto-Lei 139/89 de 28 de Abril conjugado com o Regulamento de Obras Particulares, Taxas e Fiscalização, disse que a Câmara deveria fiscalizar e actuar em conformidade.

ESTRADA ABOBOREIRA - COLARIA: “fez votos para que os cerca de € 800.000 que estão orçados para a reabilitação de pavimentos sejam brevemente aplicados nas estradas de Torres Vedras, as quais, no seu entender, estão uma lástima, mormente as entradas norte e oeste. Sugeriu que talvez fosse bom terminar o pavimento do traçado afecto à autarquia do caminho que liga a Aboboreira à Colaria, até porque a parte que pertence a Mafra está alcatroada. Deu nota que nessa mesma estrada ocorrem regularmente, como se pode constatar no local, descargas de entulho em larga escala, solicitando que a Câmara tomasse isso em linha de conta.

Ponto 1 e 2 da Ordem de Trabalhos – Discussão e Votação das Grandes Opções do Plano 2003 e do Orçamento da Câmara Municipal 2003

“disse que a sua consideração geral sobre os documentos em questão era que infelizmente tínhamos mais do mesmo. Salientou que as despesas de capital infelizmente continuam bastante diminutas, para um concelho que ainda tem muitas infra-estruturas por realizar. Referiu que o executivo liderado pelo partido mais votado continua de certa forma a defraudar os munícipes, não tendo uma visão proactiva, sendo que, os projectos que apresentam, na altura em que são concretizados, já estão desactualizados. Frisou que no manifesto eleitoral prometeram fazer cada vez mais de Torres Vedras a capital do Oeste, afirmaram que tinham projectos, mas não se vê a concretização dos mesmos. Disse que basicamente o que será concretizado no próximo ano, será a remodelação dos Paços do Concelho e o edifício multi-serviços, o qual, no seu entender, terá a sua funcionalidade sendo uma boa proposta. Deu nota que, para além das enumerações que o colega José Afonso Santos fez, também foi prometido no manifesto eleitoral mais centros de dia, piscina municipal, centro de formação profissional, ampliação da escola da Freiria, ciclovia, reabilitação do aeródromo de Santa Cruz, novo mercado municipal, nova estrada para Santa Cruz, variantes da Fonte Grada/Paúl/Ponte do rol, passeio marítimo em Santa Cruz, lamentando que para tudo isto não se vislumbre por que prazo será realizado. Prosseguiu dizendo que para ele os dois documentos em discussão são meros clones, fotocópias de outros anos transactos, com a diferença que dantes eram apresentados em escudos e actualmente em euros. Para concluir disse que não pode servir de desculpa a limitação orçamental de impossibilidade de recurso ao crédito porque houve um aumento das transferências do estado e dos fundos em 3,6%.”


Ponto 9 da Ordem de Trabalhos – Exposição da Actividade Municipal

“pediu a palavra para felicitar o Sector de Trânsito pela implementação da rotunda na confluência da escola São Gonçalo, sublinhando ser bom saber que uma sua intervenção na Assembleia Municipal teve efeitos práticos. Solicitou ao Sr. Presidente da Câmara a previsão temporal para a efectivação daquela rotunda, devido ao facto da perigosidade do seu carácter provisório e ao défice de iluminação pública à noite para o trânsito rodoviário.”




9
Mensagens comemorativas e agradecimentos / Agradecimentos
« em: Outubro 31, 2003, 23:24:42 »
Penso que seria interessante termos no Forum um tópico relativo a agradecimentos da mais diversa ordem. Assim, começaria por este agradecimento sincero e merecido...

O Instituto de Ciências Educativas (Ramada - Odivelas) promoveu hoje no seu auditório três colóquios, inseridos ainda no Dia Mundial da Alimentação (16 de Outubro), data em que se iniciou uma exposição subordinada ao tema, tendo o contributo e perspectiva de todas as disciplinas. Nos dois primeiros colóquios, direccionados para o 3º Ciclo e Secundário, os temas "Princípios para uma Alimentação correcta" e “Distúrbios Alimentares" tiveram como oradora a nutricionista torriense dra. Rita Almeida, da Clínica de São Vicente. A educação para uma correcta alimentação nas escolas é elogiada e preponderante para uma mudança de hábitos a fim de contrariar a crescente tendência para a obesidade. As crianças obesas aumentam a cada dia que passa, nos países desenvolvidos, triplicando o seu número nos últimos vinte anos. Os Estados Unidos da América são hoje o país com os dados de obesidade infantil mais elevados do mundo. Mais de 25% estão acima do peso. Portugal está na lista dos que contribuem para o aumento da obesidade nas crianças e o distrito de Lisboa não é excepção. Torna-se pois premente uma maior atenção por parte dos encarregados de educação e da sociedade em geral para esta temática. O Instituto de Ciências Educativas gostaria de, uma vez mais, agradecer todo o superior empenho profissional e pessoal da dra. Rita Almeida.

Cumprimentos!
Pedro Ribeiro Mucharreira

10
Sociedade / Para onde caminhas Portugal?
« em: Outubro 18, 2003, 00:43:50 »
Os recentes desenvolvimentos do Processo Casa Pia #8211; para quando o início dos julgamentos, para cessar a repetição massiva deste nome?- deram lugar a um espectáculo patético e eticamente reprovável. Faz-se triunfador, ergue-se um herói, qual El-Rey D. Sebastião, imaculado, desejado desde sempre.
Não se trata aqui de julgar A, B ou C, por ser deste ou daquele Partido, trata-se sim de julgar uma atitude que desprestigia a Assembleia da República de duas formas; primeiro, por ter um  deputado  arguido (embora se tenha de levar em linha de conta a presunção de inocência, não deixa de ser  arguido). Será um digno representante de todos os portugueses? Não estipula a lei que nenhum arguido se pode candidatar a actos eleitorais? Por que razão, com que legitimidade, após eleito e pedida uma suspensão (de louvar essa elevação de carácter), legal e moralmente reassume o cargo?; em segundo lugar, vem tornar a fronteira entre a Política e Justiça perigosamente ténue, sendo essa um premissa basilar de um Estado de Direito.
Para onde caminhas Portugal?

Páginas: [1]