Autor Tópico: O Público ou os públicos do Teatro-Cine  (Lida 2475 vezes)

Offline LuisCristovao

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 100
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
O Público ou os públicos do Teatro-Cine
« em: Junho 02, 2003, 20:19:54 »
Vem este tópico a propósito do espectáculo de Filipa Pais no Teatro-Cine. " Poucos mas bons", referiu-se assim a cantora ao pobre auditório que se apresentava perante ela. Foi, de facto, a mais decepcionante participação do público em todas as oportunidades que tive para ali presenciar eventos.

Não estava em causa o valor da artista em questão. Acompanhada de uma banda excepcional, Filipa Pais brilhou com a sua voz, "enchendo" a sala com uma alegria e uma qualidade apreciáveis. O que poderá estar em causa é a política de conquista de novos públicos para aquele espaço.

Parece-me inacreditável que um mês depois(talvez mais) de ter sido publicado em edital os descontos oferecidos pela CMTV a espectadores portadores de cartão jovem ou de reformado, estudantes de artes, pessoas que pertençam a grupos de teatro, dança ou música, continue este assunto a não ser público e a não constar sequer das informações que são veículadas á imprensa nem que esteja visível na bilheteira do Teatro-Cine. Fica aqui o aviso, se algum de vocês tiver em condições de receber estes descontos, faça o favor de o exigir, e de exigir que tais promoções sejam públicas.

Por último, uma dúvida que me assaltou, em termos de visão cultural. Por já ter conhecimento destes descontos e por estar integrado no projecto teatral do Académico de Torres Vedras, requeri, através da minha associação, bilhetes para o espectáculo da Filipa Pais. A resposta foi que, como o espectáculo era de música, o facto de fazer parte de um grupo de teatro tornava-me inelegível para o desconto. Alguém é capaz de me explicar isto?

Luís Cristóvão



Offline vitor107

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 67
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
O Público ou os públicos do Teatro-Cine
« Responder #1 em: Junho 06, 2003, 06:27:10 »
Pois é, eu e a minha esposa fomos dois dos poucos privilegiados que assistiram a um óptimo espectáculo da Filipa Pais, num espaço com boas condições (desde que não haja muito frio) e a um preço convidativo.
Cumprimentos.


 
 

Offline PauloB

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 299
  • Popularidade: +2/-0
    • Ver Perfil
O Público ou os públicos do Teatro-Cine
« Responder #2 em: Dezembro 09, 2004, 03:55:58 »
[/font=Comic Sans
Fui hoje assistir a um espetáculo infantil organizado pela Transforma (estão de parabens uma vez mais) e pude sentir no corpo aquilo que já há muito ouço dizer : O frio que se sentiu era quase identico ao que estava cá fora á saida.
Como é que passados mais de 2 anos sobre a reabertura daquela que é a unica sala de espetáculos da cidade a CMTV, na qualidade de sua proprietária, ainda não resolveu umproblema que já existe desde esse dia.
E por favor não venham com a "desculpa" de que a culpa é de "A", "B" ou "C", porque isso para mim e para os demais torreenses que usaram e tem vindo a usar a sala( e diga-se que pagamos para assistir!) não pega, porquanto não somos nenhumas "bestas" que tudo engolimos.
É que fiquei a saber pelos testemunhos de outros pais e espectadores presentes, verdadeiras pérolas justificativas.
Seguem algumas das "justificações" :

1- Quadro electrico não tem capacidade...
2- Sistema de climatização não foi concluido...
3- A "obra" não foi ainda recebida...
4- O empreiteiro da climatização não concluiu o trabalho porque não foi pago...
5- O empreiteiro geral, idem idem...
6- Sistema de climatização está mal dimensionado...
7- Não sabemos operar com o equipamento...

Também já tinha tido conhecimento de outras justificações, do tipo de :
- ... que se tratavam de medidas de poupança energética ...
- Que o sistema só era ligado em situações especiais (talvez quando estam presentes "altas" individualidades...

Assim meus caros concidadãos, não é de admirar que eu e muitos outros torreenses continuem a preferir deslocar-se para outras cidades (Caldas, Mafra, Lisboa, Vila franca, Sintra, Oeiras, e outras mais) onde podemos encontrar boa oferta cultural para todas as idades e acima de tudo, com qualidade e CONFORTO.

Depois não se queixem quando as pessoas começarem a usar a àrea Comercial que ai vem e o centro da cidade ficar ao abandono.
« Última modificação: Dezembro 09, 2004, 05:18:53 por PauloB »
PauloB

Offline Pedro Oliveira

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1797
  • Popularidade: +2/-0
    • Ver Perfil
    • http://www.pedromoliveira.pt.vu/
O Público ou os públicos do Teatro-Cine
« Responder #3 em: Dezembro 09, 2004, 06:44:42 »
Pois.. não conheco a artista em questão, vou tentar saber algo sobre ela.. mas o que está em questão e que nem soube que ela ca vinha :P ....
Descontos.. pois.. ainda tou para saber pk é k n ha descontos no cinema... se os filmes sao da lusomundo...
Pedro Oliveira

(Clique na imagem)

Offline nmoedas

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 332
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://nunomoedas.com.sapo.pt
O Público ou os públicos do Teatro-Cine
« Responder #4 em: Dezembro 12, 2004, 07:58:31 »
Mas ainda faz frio no Teatro Cine???Só podem tar a gozar....nunca tinha passado tanto frio como o que passei quando lá fui ver o Harry Potter (o primeiro) praí á 2 anos penso eu...ma pronto ainda tavam a acabar os retoques...depois das outras vezes que lá fui já foi na Primavera/Verão...não se sentiu tanto o frio...mas pelos vistos continua a mesma "geladeira"!

1- Quadro electrico não tem capacidade... -> que tal ir á EDP pedir para aumentarem a potência?
2- Sistema de climatização não foi concluido... -> mas certamente já foi pago,ou então alguém ganhou um ar condicionado em casa....
3- A "obra" não foi ainda recebida... -> mas a contrutora ainda existe?
4- O empreiteiro da climatização não concluiu o trabalho porque não foi pago... -> para que servem os orçamentos??
5- O empreiteiro geral, idem idem... -> digo mais...para que servem os orçamentos e os contratos?
6- Sistema de climatização está mal dimensionado... -> que raio de projectistas/engenheiros/arquitectos fizeram esse projecto?
7- Não sabemos operar com o equipamento... -> que tal ler o manual de instruções??
8- ... que se tratavam de medidas de poupança energética ... -> e que tal se os senhores da CMTV andassem menos de carro?e se usassem menos os computadores? usassem mais luz natural?
9- Que o sistema só era ligado em situações especiais (talvez quando estam presentes "altas" individualidades...) -> assim só lá vou quando for lá a equipa de basquete da Fisica, senão vou morrer de frio! ou quando o Carlos Ribeiro vier fazer a festa do Canraval para a TVI!

Pelo desculpa ao PauloB por ter usado as frases do post dele...mas apeteceu-me brincar com o ridiuclo da situação e apresentar algumas soluções...que nunca nenhum de nós deve ter pensado!

Ao menos nos outros cinemas que conheço não se passa frio...até se pode não ouvir nada por causa das pipocas...ams frio não se tem!

Pedro...quanto é que é o bilhete agora para a plateia? Os da lusomundo sao 5 euros...ou eram pelo menos.

Cumps
NM

Offline Pedro Oliveira

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1797
  • Popularidade: +2/-0
    • Ver Perfil
    • http://www.pedromoliveira.pt.vu/
O Público ou os públicos do Teatro-Cine
« Responder #5 em: Dezembro 12, 2004, 21:34:59 »
LOLOLOL a sério? nao sabia dessa situaçao, pk já há muito tempo k n vou ao cinema.
K lindo.. ir ao cinema e ter k apanhar com frio....
Quero ver a resposta esfarrapada entao k vao dar :P

Hum.. isso do bilhete n sei.. mas se sao mais baratos, pronto.. retiro o que disse.
Pedro Oliveira

(Clique na imagem)

Offline PauloB

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 299
  • Popularidade: +2/-0
    • Ver Perfil
O Público ou os públicos do Teatro-Cine
« Responder #6 em: Dezembro 13, 2004, 03:31:11 »
caro nmoedas,

Obg pelo complemento !
Quanto ao preço do bilhete para a plateia, ele é de 2,50 euros, sem direito a manta para as pernas, pelo que alguns(algumas) corajosos lá acabam por ter que levar uns agasalhos a mais...
PauloB

Offline Rita Sammer

  • Mensagens: 10
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
O Público ou os públicos do Teatro-Cine
« Responder #7 em: Janeiro 24, 2005, 21:29:39 »
Parabéns pela peça de teatro musical Imprevisível da Silva!  O libreto é lindo, a música é fantástica.  Boa sorte para a «digressão».

Melhores cumprimentos
Rita Sammer
 

Offline Sandra Agostinho

  • Mensagens: 136
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
O Público ou os públicos do Teatro-Cine
« Responder #8 em: Janeiro 31, 2005, 05:51:07 »

 Já se encontram à venda os bilhetes para o espectáculo agendado dia 26/02/2005 dos Delfins no Teatro-Cine [?] E mais, poder-se-ão fazer reservas (de bilhetes) para o mesmo ?

Aguardo resposta e continuação de um Fórum bem participativo!

Com os melhores cumprimentos,

Sandra Agostinho.[:)]
Sandra Agostinho

Offline Sandra Agostinho

  • Mensagens: 136
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
O Público ou os públicos do Teatro-Cine
« Responder #9 em: Março 03, 2005, 06:30:00 »

 Adorei o concerto acústico dos DELFINS! Foi excelente![:D]

 Agradeço, na medida do possível, à organização do evento, de um modo
 especial, à Câmara Municipal de Torres Vedras!

 Continuem a promover e a divulgar espectáculos de música portuguesa
 no Teatro Cine e ou noutros locais em Torres Vedras apropriados para
 esse efeito!

 Todos os indivíduos, independentemente da faixa etária correspondente, merecem assistir a espectáculos de qualidade! O supra-mencionado não fugiu à regra!

 Com os melhores cumprimentos,

 Sandra Agostinho. [:)]
Sandra Agostinho

Offline Paulo Silva

  • Mensagens: 4
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
O Público ou os públicos do Teatro-Cine
« Responder #10 em: Março 31, 2005, 08:31:04 »
Acerca de concertos,

Na 6ª Feira, 1 de Abril, o pianista português Filipe Pinto-Ribeiro apresenta-se no nosso teatro-cine para um concerto comentado.
Para quem "acha" que não gosta de musica clássica, aqui está uma iniciativa de louvar, para "criar" públicos e interessados pelas artes.

Já agora fica aqui o site do músico, para que se saiba um pouco mais que o que nos é dado nos programas: http://www.filipepinto-ribeiro.com/destaques.asp?id=38

Paulo Silva
Paulo Silva