Autor Tópico: O eterno problema da Matemática ...  (Lida 5156 vezes)

Offline jopamafe

  • Mensagens: 75
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://www.ovobjectivo.com
O eterno problema da Matemática ...
« Responder #15 em: Dezembro 04, 2006, 08:17:19 »
Bem, eu concordo com algumas das vossas afirmações e resta-me afirmar que concordo que o ensino público, gratuito, deverá cumprir a sua obrigação.

No entanto, e como sabemos que não está a cumprir, caso alguém necessite, já sabem que existe em Torres Vedras algo que vos poderá ajudar.

Melhores cumprimentos
João Ferreira

Offline JCBM

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 38
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
O eterno problema da Matemática ...
« Responder #16 em: Dezembro 13, 2006, 19:08:44 »
Portugal  
 
 

2006-12-13 - 00:00:00

Educação - Diagnóstico ‘chumba’ maior parte dos alunos
Perceber os números
 

 
 
 
         
 
 
 
 
   
   
 
 
 
 
Pedro Catarino

Os alunos do 8.º ano são os que apresentam os piores resultados nos testes realizados
As competências em Matemática vão-se perdendo ao longo do percurso escolar. Esta é a principal conclusão do I Diagnóstico Nacional de Matemática, realizado em Setembro nos centros Mathnasium e que envolveu 538 alunos, do 1.º ao 9.º ano de escolaridade.

 
 
 
 
 
De acordo com o diagnóstico, os estudantes que terminaram o 5.º ano manifestam grandes dificuldades no domínio dos números decimais. Os alunos que terminaram o 6.º ano têm dificuldade no domínio dos números fraccionários e revelam ainda dificuldades no domínio do cálculo percentual. Já os estudantes do 3.º ciclo (7.º, 8.º e 9.º anos) revelam pouco “sentido do número”, que os impede de ter um raciocínio matemático crítico.

Nuno Crato, presidente da Sociedade Portuguesa de Matemática, considera que o diagnóstico confirma os problemas que os alunos vivem na disciplina. “A Matemática necessita de atenção constante, pois é uma disciplina que progride cumulativamente. Qualquer falha arrasta-se para os níveis seguintes”. Por isso, realça, são necessários exames nacionais no 4.º e/ou no 6.º ano de escolaridade. “Os exames não resolvem os problemas, mas ajudam a perceber onde é que estão. É essencial colmatar as falhas.”

Os currículos também deviam ser mexidos, continua Nuno Crato. “O sistema tem de ter objectivos mais claramente traçados, o ensino tem de ser estruturado.” A começar na pré-primária. “Deve começar a fazer-se actividades matemáticas com as crianças antes do 1.º ciclo. É uma disciplina que tem de ser compreendida e decorada.”

Não foi graças ao ‘marranço’ que Afonso Bandeira conseguiu conquistar várias medalhas em Olimpíadas de Matemática. “O gosto e a vontade de tentar perceber a Matemática” levaram o caloiro do curso de Matemática da Universidade de Coimbra a conquistar várias medalhas nas Olimpíadas da Matemática, a nível nacional e internacional.

Afonso, que fez o percurso escolar em São Pedro do Sul, recorda que a paixão pelos números e equações ganhou outros contornos quando se iniciou nas olimpíadas, no 10.º ano: “Conhecia pessoas de todo o País, interessadas nos problemas. Os exercícios apelavam mais ao raciocínio, eram quebra-cabeças.” Afonso considera que na escola os professores devem “puxar” mais pelos alunos. “Para nós é mais fácil decorar, temos é de perceber, mas para isso os professores também têm de explicar.”

PROBLEMAS

NOTA NEGATIVA

O diagnóstico realizado pelos centros Mathnasium conclui que a percentagem de alunos que deu respostas erradas vai aumentando com o avançar dos ciclos de Ensino Básico: 40 por cento no 1.º ciclo, 50 por cento no 2.º ciclo e 60 por cento no 3.º ciclo.

PRIMÁRIA RAZOÁVEL

De acordo com o estudo realizado, os alunos dos 2.º, 3.º e 4.º anos de escolaridade são os que mais acertaram nos exercícios propostos – entre 60 e 63 por cento.

FALHA NAS FRACÇÕES

Os estudantes que terminaram o 6.º ano manifestam grandes dificuldades no domínio dos números fraccionários e a sua aplicação em problemas.
Edgar Nascimento

Artigo publicado no CORREIO DA MANHÃ em 13-12-2006
 
 
 

Offline JCBM

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 38
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
O eterno problema da Matemática ...
« Responder #17 em: Dezembro 13, 2006, 19:11:39 »
Ginásios da Matemática incentivam
Estudar em pleno Verão
 

 
 
 
         
 
 
 
 
   
   
 
 
 
 
d.r.

Exercitar é preciso
Em pleno Verão, dezenas de jovens portugueses passam horas no ‘ginásio’ a treinar quase diariamente exercícios que não os fazem suar. No Mathnasium não fortalecem o corpo, mas o raciocínio sai ‘musculado’, tornando mais leve o peso da Matemática.

 
 
 
 
 
De Norte a Sul, 350 crianças e jovens do 1.º ao 3.º ciclo frequentam um dos 32 centros especializados em tornar mais fácil e apelativa a disciplina, tradicionalmente associada à maior “dor de cabeça” dos alunos portugueses.

Os ginásios da Matemática nasceram nos Estados Unidos da América, mas a ideia rapidamente foi exportada para o Mundo através do franchising. Em Portugal, o primeiro centro abriu em 2004 e, com ele, o conceito chegou à Europa.


 

Offline jopamafe

  • Mensagens: 75
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://www.ovobjectivo.com
O eterno problema da Matemática ...
« Responder #18 em: Dezembro 13, 2006, 23:00:11 »
Continuo a ter precisamente a mesma opinião.

Quem tem telhados de vidro que os proteja da melhor forma pois, se não o fizer, acabam por estalar .....
« Última modificação: Dezembro 13, 2006, 23:12:01 por jopamafe »
João Ferreira

Offline lince

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 160
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
O eterno problema da Matemática ...
« Responder #19 em: Dezembro 15, 2006, 18:06:18 »
Caro JCBM :

"De Norte a Sul, 350 crianças e jovens do 1.º ao 3.º ciclo frequentam um dos 32 centros especializados em tornar mais fácil e apelativa a disciplina, tradicionalmente associada à maior “dor de cabeça” dos alunos portugueses."

Quando se refere "a maior dor de cabeça" dos alunos,ser a matemática, não estará a deturpar as ideeis, pois o sistema de ensino, é que parece irritar bastante alunos e presentemente muitos professores.
Ver a questão da matemática como a disciplina dos "espertos", sempre foi induzida desde á muitos e muitos anos até ser criado esse mito, muita vezes pelos próprios professoras, mas não é assim ela existe na sua essência.
Talvez introduzindo alguns dos conceitos do ginásio que se refere nas escolas seria ideal, para que todos os alunos pudessem usufruir, e não ficar mais uma vez restrito a classes mais favorecida da massa cinzenta ( €€).
Fazer dinheiro á conta das lacunas dos fracos sistemas de ensino não está justo, mas sim lutar para que TODOS, nas escolas possam chegar aos seus objectivos, mas será que isso interressa aos privados.

Um bem Haja.
 

Offline JCBM

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 38
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
O eterno problema da Matemática ...
« Responder #20 em: Dezembro 15, 2006, 19:36:29 »
Caro Lince,

É totalmente legitima a sua opinião. Mas se vamos seguir essa sua maneira de ver os "Ginásios" como exploradores das classes desfavorecidas, teremos, também, que olhar para os muitos colégios e institutos particulares,que se fazem pagar caro,a maior parte deles estão cheios e a qualidade de instalações, e até mesmo do que é leccionado fica muito àquem das expectativas.

Prazer em trocar impressões consigo!
 

Offline jopamafe

  • Mensagens: 75
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://www.ovobjectivo.com
O eterno problema da Matemática ...
« Responder #21 em: Abril 04, 2007, 22:40:44 »
Nesta fase de avaliação escolar, caso os resultados na disciplina de matemática sejam negativos, lembrem-se que o ginásio de matemática está lá pra ajudar quem tenha necessidade.
João Ferreira

Offline jopamafe

  • Mensagens: 75
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://www.ovobjectivo.com
O eterno problema da Matemática ...
« Responder #22 em: Maio 10, 2007, 06:50:03 »
Provavelmente para regozijo de alguns, o ginásio de matemática desaparecerá de Torres Vedras. Provavelmente voltará, mas quem necessitar de “explicações” de matemática, terá agora que optar pelos explicadores mais baratinhos…
Esta terrinha é mesmo estranha !!!!
É o primeiro centro da Mathnasium a fechar, em Portugal. Imensos há, em que o sucesso para os seus utilizadores e proprietários é quase um fenómeno. Mas enfim,.... estamos em Torres Vedras. Terra de saloios ( como dizem os alfacinhas ) ....
« Última modificação: Maio 10, 2007, 06:52:06 por jopamafe »
João Ferreira

Offline MiguelR

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 243
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
O eterno problema da Matemática ...
« Responder #23 em: Maio 14, 2007, 04:04:43 »
Que as nossas escolas e os nossos professores estejam à altura de não necessitarmos desse serviço privado!!
 

Offline Tiburcio

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 68
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
O eterno problema da Matemática ...
« Responder #24 em: Maio 16, 2007, 01:26:07 »
quote:
Mensagem original enviada por MiguelR

Que as nossas escolas e os nossos professores estejam à altura de não necessitarmos desse serviço privado!!


Como em poucas palavras se diz tudo.
Tiburcio

Offline atento244

  • Mensagens: 44
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
O eterno problema da Matemática ...
« Responder #25 em: Maio 16, 2007, 03:44:32 »
... Não há maus alunos ... há é maus professores...!
 

Offline foxx

  • Mensagens: 2
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
O eterno problema da Matemática ...
« Responder #26 em: Maio 16, 2007, 05:25:45 »
De vez em quando cá venho ao fórum de Torres Vedras para ver o que se diz e não se diz. Decidi ocupar 1 minuto do meu tempo a registar-me neste fórum especialmente porque este tema realmente inquieta-me.
Primeiro a forma como a matemática é dada a crianças com menos de 12 faz com que fiquem logo sem interesse. Deveria ser ensinada de uma forma lúdica e não passar a tabuada 1000 vezes... Depois no básico não se exige nada dos alunos... Secundário? Matemática? O problema vem de trás, mas na minha opinião depende muito, mas muito do professor, há aqueles que sabem cativar os alunos e sabem como ensinar e ensinam por gosto. Há os que até sabem matemática tiraram um curso e estão lá para ganhar dinheiro. Sei de uma professora da Escola Secundária da Madeira Torres que quase todos os dias chega entre 15 e 20 minutos atrasada, fala mais outros 20 e depois de uma aula de 90 minutos sobra 50 minutos de aula em que se dá a matéria a correr... A senhora pode ser muito boa pessoa, perceber muito de matemática e talvez saiba ensinar, mas não é falta de profissionalismo estes atrasos? Porque não se faz nada nem se diz nada a esta senhora? Ela está a ser paga para ensinar e dar 90 minutos de aula e não apenas 50... Está mal a matemática? Quem pode pagar explicações, em geral quem as tem melhora sempre as notas, nós portugueses não somos burros, o sistema de ensino está decadente e algo se tem de fazer rapidamente porque senão o país nunca mais anda para a frente. Se o ME está a agir correctamente com estas reformas? Algumas sim outras não, por exemplo avaliação dos professores é das poucas com que eu concordo plenamente. O meu patrão avalia o meu trabalho todos os dias, portanto é normal que se avalie o trabalho de professores...
Ou isto melhora de alguma forma, ou não sei :S
« Última modificação: Maio 16, 2007, 05:27:43 por foxx »
 

Offline freemind

  • Mensagens: 5
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
O eterno problema da Matemática ...
« Responder #27 em: Outubro 08, 2007, 06:29:54 »
A Matemática é uma ciência e uma arte que deve ser bem entendida. Desenvolvi uma metodologia de aprendizagem que tem dado excelentes resultados em virtude do aluno entender o conceito da matemática o que para ele torna-se extremamente importante para os anos seguintes. Caso estiverem interessados contacte-me por e-mail evelynhouard@yahoo.fr por telm 939396522
Um abraço
Evelyn
 

Offline freemind

  • Mensagens: 5
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
O eterno problema da Matemática ...
« Responder #28 em: Outubro 08, 2007, 06:34:07 »
Estou plenamente de acordo no que disse que não há maus alunos e sim uma falta de pedagogia e metodologia adequada ao aluno. Por essas razões desenvolvi uma metodologia de aprendizagem que tem tido excelentes resultados em virtude do aluno entender o conceito da matemática o que lhe permite adquirir conhecimentos seguintes.
Caso estiverem interessados constacte-me por mail evelynhouard@yahoo.fr   ou por telm 939396522
Um abraço
Evelyn