Autor Tópico: Expotorres  (Lida 4650 vezes)

Offline vitor107

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 67
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Expotorres
« em: Maio 29, 2003, 21:41:52 »
Saudações.
Gostaria que esta mensagem servisse para alertar a quem de direito que por estes dias uma das paredes do edifício principal da Expotorres foi suja com "grafittis". Julgo ser do puro senso comum que um edifício com as paredes brancas é mais agradável à vista do que uma parede conspurcada com assinaturas. Assim sendo há que fazer algo, pois caso contrário o edifício referido acabará por ficar com o mesmo aspecto das traseiras do C.A.E.R.O.!
Como punir os responsáveis pelos pequenos crimes é impensável no nosso país, creio que o melhor será gastar uns centilitros de tinta sempre que  alguém suje a parede.
Obrigado.



 

Offline Sérgio Ribeiro Jacinto

  • Mensagens: 101
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Expotorres
« Responder #1 em: Dezembro 29, 2003, 07:19:05 »
É pena que um parque de exposições que se quer grandioso, não tenha motivado, até agora, mais participações neste forum além daquela que me antecede.

Parece ser vontade da Câmara vedá-lo ao livre acesso automobilistico, ali colocando cancelas de acesso, um segurança e de lá fazendo um grande parque de estacionamento, a troco do pagamento de uma taxa.

Pretender-se-á, desta forma, incrementar o uso do transporte público urbano no interior da cidade.

Todavia, muito há a fazer neste sentido, pois as paragens continuam sem abrigos e sem a necessária informação aos passageiros, além de comportarem, durante grande parte dos dias, carros ali estacionados.

A menos que as coisas melhorem, assim não vamos lá.

Nem o dia europeu sem carros nos vai valer.

Obrigado.

Sérgio Ribeiro Jacinto.
 

Offline pmucharreira

  • Mensagens: 149
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://www.ice.edu.pt
Expotorres
« Responder #2 em: Janeiro 21, 2004, 18:45:11 »
De louvar a construção dos Espelhos de Água, julgo vir embelezar o Parque Regional de Exposições

Contudo, uma ressalva... gostaria de questionar a Câmara Municipal quanto à sua legitimidade para a referida obra quando toda aquela área está sujeita a um Processo Judicial (Acção Popular) que, em sede de Tribunal de Relação perdeu, embora tenha recorrido.

Pedro Ribeiro Mucharreira
 

Offline GFCP

  • Mensagens: 11
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Expotorres
« Responder #3 em: Janeiro 22, 2004, 18:29:46 »
Com os melhores cumprimentos, quero dizer que a a obra realizada na Expotorres, i.e. os espelhos de água, merece a nossa apreciação enquanto obra de embelezamento. No entanto, é bom que se questione, tal como foi feito em sede própria, a sua necessidade e proporcionalidade dentro do orçamento da Câmara. Ou seja: reafirmo que a Câmara não tem desculpa para se furtar a mil e uma coisas que são mais importantes fazer para o concelho, quando orçamenta 250.000€ (50 mil contos) nestes espelhos de água. É preciso que se saiba que isto representou, em orçamento, cerca de 50%, do que estava previsto para apoio da CMTV às escolas!

Em minha opinião a obra em si não é de criticar, mas sim as opções que se fazem e as prioridades estabelecidas pelo executivo municipal, como é o caso!

Grato pela atenção.


Gonçalo Patrocinio

Offline vitor107

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 67
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Expotorres
« Responder #4 em: Fevereiro 01, 2004, 03:05:14 »
Já que a construção dos espelhos de água representou uma despesa tão grande, então que pelo menos as fontes cibernéticas estejam em funcionamento com frequência, o que não tem acontecido.
 

Offline Sérgio Ribeiro Jacinto

  • Mensagens: 101
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Expotorres
« Responder #5 em: Fevereiro 01, 2004, 09:57:46 »
Concordo inteiramente.

Se lhe juntarmos o preço pago pelas "magníficas" obras de arte da avenida poente, então o caso fica bem mais grave.

Cumprimentos.

Sérgio Ribeiro Jacinto
quote:
Mensagem original enviada por GFCP

Com os melhores cumprimentos, quero dizer que a a obra realizada na Expotorres, i.e. os espelhos de água, merece a nossa apreciação enquanto obra de embelezamento. No entanto, é bom que se questione, tal como foi feito em sede própria, a sua necessidade e proporcionalidade dentro do orçamento da Câmara. Ou seja: reafirmo que a Câmara não tem desculpa para se furtar a mil e uma coisas que são mais importantes fazer para o concelho, quando orçamenta 250.000€ (50 mil contos) nestes espelhos de água. É preciso que se saiba que isto representou, em orçamento, cerca de 50%, do que estava previsto para apoio da CMTV às escolas!

Em minha opinião a obra em si não é de criticar, mas sim as opções que se fazem e as prioridades estabelecidas pelo executivo municipal, como é o caso!

Grato pela atenção.




 

Offline pmucharreira

  • Mensagens: 149
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://www.ice.edu.pt
Expotorres
« Responder #6 em: Fevereiro 02, 2004, 21:18:29 »
Pois é Gonçalo, mas a sucessiva gestão socialista não quer ver isso, pois como bem sabes até já o Orçamento 2004 expressa a ideia de que já não há muitos investimentos a fazer, daí justificar-se (segundo eles) o constante  aumento do peso das despesas correntes.

E já agora dr. Carlos Miguel, eminente Sr. Presidente, se possível gostaria de ver esclarecidas as variações destas rubricas, as únicas que não foram objecto de uma análise na última Assembleia Municipal, decerto por gestão do tempo...

Creches
Em 2003 foi orçado 462.853 EUROS
Em 2004... apenas  110.000 EUROS

Onde está a política social?

Sinais de Trânsito
Em 2003 foi orçado 10.000 EUROS
Em 2004... imagine-se, dez vezes mais 100.000 EUROS

Estaremos perante uma revolução sinalética ?

Cumprimentos!

Pedro Ribeiro Mucharreira

« Última modificação: Fevereiro 02, 2004, 21:22:47 por pmucharreira »
 

Offline prd

  • Mensagens: 21
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Expotorres
« Responder #7 em: Fevereiro 18, 2004, 06:00:16 »
os senhores da camara devem ter os filhos a estudar em escolas privadas, pois possivelmente conheciam as graves condiçoes das nossas escolas e gastavam o dinheiro dos contribuintes nelas e nao em sinais, mas enfim é a camara que temos.acho que já e altura de darem o lugar a outros.
cumprimentos
 

Offline nmoedas

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 332
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://nunomoedas.com.sapo.pt
Expotorres
« Responder #8 em: Fevereiro 18, 2004, 07:54:49 »
Se alguém depois de ler isto...me perguntar se sou de Torres...eu tenho vergonha em dizer que sim...
Como é possivel gastarem-se 250 mil euros numa obra de embelezamento quando esse dinheiro teria mais utilidade e seria mais benéfico para todos nós se fosse empregue em melhoria das redes de saneamento,das escolas, dos serviços camarários...enfim...? Será que o Tribunal de Contas pode ter voto na matéria?axo que sim...não deveria gostar mto de ver o dinheiro do estado ser assim gasto. Já com aquelas belas esculturas nas rotundas foi a mesma coisa...e se calhar amanhã vemos nas noticias que numa aldeia do concelho ainda não há saneamento ou água canalizada.
Parece o Iraque...estátuas pro ditador e os outros que se bebam água com petróleo!enfim...não queria ser tão radical...mas é assim.
Não sei a que tipo de despesas das creches os 110.000 euros dizem respeito...mas suponho que seja apenas a sua construção...e não a sua manutenção.Espero eu!
Gastar 20 mil contos em sinais de trânsito?? São de ouro? ou é um por cada buraco das estradas do concelho??
De facto é preocupante o modo como estão a ser geridas as despesas correntes...porque no momento que a economia atravessa, as despesas correntes deveriam era diminuir e não aumentar! É preciso ajuda Senhores Autarcas??

Já agora onde se pode consultar o orçamento municipal de 2004? e o quadro de recursos e empregos mais recente?

Cumprimentos

NM

Offline GFCP

  • Mensagens: 11
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Expotorres
« Responder #9 em: Fevereiro 18, 2004, 20:36:35 »
meu caro nmoedas, a consulta dos orçamentos e contas,bem como o quadro de pessoal está disponivel a qualquer cidadão. É com relativa facilidade que o pode requer ao Executivo. Basta que o queira fazer. Ele é público. Já agora, desafio os munícipes q se interessam pelos assuntos da sua cidade a estarem atentos às datas das Assembleias Municipais e assistirem ao desenrolar dos seus trabalhos. A porta está aberta a qualquer um.
Com os melhores cumprimentos.
Gonçalo Patrocinio

Offline Carlos Miguel

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 779
  • Popularidade: +1/-4
    • Ver Perfil
    • http://www.cm-tvedras.pt
Expotorres
« Responder #10 em: Fevereiro 19, 2004, 21:45:21 »
Os Orçamentos são discutidos e aprovados em reunião de Câmara e, posteriormente, em Assembleia Municipal, local próprio para se levantar questões, pedir esclarecimentos e assumir o voto.
Custa-me ver Autarcas, membros da Assembleia Municipal, levantar atoardas sem fazer qualquer esforço para informar nem de se informar.
Em concreto, a Câmara Municipal é responsável pelo ensino pré-escolar e primeiro ciclo de escolaridade obrigatório. Isto é, pelos Jardins de Infância (3 aos 5 anos) e pelas Escolas Básicas. As Creches são da responsabilidade da Segurança Social, não da Câmara Municipal.
Num estudo elaborado pelo Ministério da Educação e publicado no insuspeito Frenteoeste de 09/10/03, é referido que o concelho de Torres Vedras tem uma taxa de cobertura da população em idade de frequência do ensino pré-escolar ( 3 a 5 anos - Jardins de Infância) de 103,6%. Isto quando o estudo aponta uma taxa de cobertura a nível nacional de 53,69% para a rede pública e de 39,24% para as redes solidária e particular, bastante mais reduzidas do que no Município de Torres Vedras, onde a rede pública ocupa uma taxa de 61,51%, as IPSS 36,18% e a particular 5,91%.
Já depois deste estudo, no ano de 2003 foram abertos mais 4 J.I. completamente novos: Ponte do Rol, Assenta, Boavista (Silveira) e A-dos-Cunhados.
A par destes novos equipamentos têm sido multiplos os esforços de renovação do parque escolar, requalificando e ampliando.
Neste momento trabalha-se em projectos para Escolas Básicas novas no Outeiro da Cabeça, Carvoeira, Dois Portos e Ventosa.
Embora Torres Vedras esteja na liderança nacional nesta matéria, ela continua a ser uma forte aposta para o futuro.
Desta forma os dinheiros orçamentados por este ano respeitam a projectos e manutenções. Os euros de 2003 correspondiam a parte de pagamentos das obras dos quatro novos Jardins de Infância referidos.
Quanto aos 100.000 Euros orçamentados para sinalética, eles não são para Torres Vedras cidade, mas para Torres Vedars concelho, isto é 407 Km2 e mais de 100 lugares.
Podemos concluir que para além de nunca ser motivo de vergonha ser de Torres, neste caso, é motivo de orgulho.

Cumprimentos

Carlos Miguel
« Última modificação: Fevereiro 19, 2004, 22:08:24 por Carlos Miguel »
 

Offline brancosillva

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 67
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Expotorres
« Responder #11 em: Fevereiro 20, 2004, 02:41:58 »
Apesar de não termos de concordar com tudo, porque nem sempre as opções tomadas estão de acordo com os nossos sentimentos, as nossas concepções sociais, estéticas, etc, considero que quem toma opções nunca conseguirá agradar a gregos e a troianos. Normalmente muitas das nossas críticas estão eivadas, infelizmente, de alguma cegueira partidária. Portanto, é fundamental que o cidadão leia muitas das informações/comentários com grandes filtros. Eu que tenho uma opção divergente deste governo, por exemplo, também critico a opção pelo TGV enquanto houver criancinhas pobres, famintas, bairros de lata e listas de espera para operações. Porque era isto que se dizia, enquanto se era oposição. Pelos vistos, agora far-se-á o contrário. Há opções que se tomam de efeitos mais imediatos e outras que são portas para o futuro. Não são certamente os tostões gastos numas fontes, se calhar com fundos europeus, que impedirão que obras necessárias em escolas camarárias se deixem de fazer. Por vezes há inércias locais que levam ao arrastamento de problemas. Este é outro assunto a reflectir: o empenho das localidades/forças vivas na solução de objectivos concretos .
 

Offline Sandra Agostinho

  • Mensagens: 136
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Expotorres
« Responder #12 em: Junho 23, 2004, 19:50:37 »

 Bom dia a todos![:)]

 Gostei muito de saber através do Fórum do Município, mais propriamente, pelas palavras do Dr.º Jorge Ralha, que no recinto da Expotorres vai ser inaugurado um pavilhão multiusos.
Espero igualmente, que o edifício seja muito bem utilizado, não só durante a Feira de S. Pedro como durante o ano civil.
Em termos futuros, podiam-se efectuar muitas actividades de índole
sócio-cultural e económica nesse edifício de grande utilidade,sendo-
-lhe atribuida uma mais valia para Torres Vedras.
 
 Aproveito a ocasião para felicitar todos quanto tornaram exequível a implementação do edifíco supra-mencionado.

 Com os melhores cumprimentos,

 Sandra Agostinho.[:D]





Sandra Agostinho

Offline vitor107

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 67
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Expotorres
« Responder #13 em: Novembro 10, 2004, 16:35:08 »
Tem-se tornado hábito o estacionamento de viaturas em cima da placa central à volta do pavilhão principal da Expotorres durante os eventos que aí ocorrem.
Não será possível impedir este "cheirinho" de terceiro mundo numa óptima infraestrutura como esta [?]
« Última modificação: Novembro 10, 2004, 16:36:18 por vitor107 »
 

Offline André Martins

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2271
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Expotorres
« Responder #14 em: Novembro 11, 2008, 05:51:51 »
Precisamente 4 anos depois, um novo post!!! E para dizer que a expotorres continua a servir de parque de estacionamento, que agora vai servir também de rodoviária, e que os sinais de trãnsito que custram 100.000 € há 4 anos não chegaram ainda a estes lados... Onde é que isso já vai.... E a Expotorres? Continua por lá, à espera do Feira de S.Pedro, que é o evento que mais justifica um parque de exposições assim...
André Martins

Torres Vedras é uma terra privilegiada. Pena é os privilégios não serem para todos...