Autor Tópico: Ensino Superior em Torres: apostar ou menosprezar?  (Lida 7214 vezes)

Offline André Martins

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2271
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Ensino Superior em Torres: apostar ou menosprezar?
« em: Setembro 08, 2006, 06:14:57 »
Caros foristas, visto que na nossa cidade o Ensino Superior é visto como um "parente pobre", pelo menos assim tem sido desde o encerramento do Instituto Superior de Gestão, gostaria de saber qual a vossa opinião sobre este tema proposto. É preciso acordar de vez para uma realidade que traz muita gente de outros concelhos para estudar na nossa cidade,preparando o seu futuro em Torres Vedras! Só é pena não haver mais apoios para que o mesmo se mantenha por cá, não só da parte da CMTV, pois tem limitações várias, mas também por parte das empresas da região, que aqui poderão vir recrutar recursos humanos qualificados em diversas áreas, contribuindo para o aumento da sua competitividade. O desafio aqui fica: apoiar ou menosprezar?


Cumprimentos:

The Eye[:)]


André Martins

Torres Vedras é uma terra privilegiada. Pena é os privilégios não serem para todos...

Offline André Martins

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2271
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Ensino Superior em Torres: apostar ou menosprezar?
« Responder #1 em: Outubro 15, 2006, 22:22:14 »
Apostar, definitivamente!!!! Foram essas as palavras que o sr. vereador da Educação nos garantiu na 5ª feira, aquando da recepção do caloiro, na Câmara Municipal. Mas a iniciativa não pode ser só da edilidade. E aí concordo plenamente! Cabe-nos a nós também, estudantes, e não só, a iniciativa de divulgação da nossa instituição, e aí sim, contamos com todo o apoio possivel da Cãmara de Torres Vedras. Haja vontade, e disponibilidade, e o Ensino Superior em Torres será um precioso meio para o desenvolvimento da nossa cidade e de toda a região.

Cumprimentos:

The eye
André Martins

Torres Vedras é uma terra privilegiada. Pena é os privilégios não serem para todos...

Offline mãe-atenta

  • Mensagens: 23
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Ensino Superior em Torres: apostar ou menosprezar?
« Responder #2 em: Novembro 22, 2006, 05:16:23 »
Viva a todos os blogistas! Apostar, obviamente, embora com bom senso. Há anos estiveram instaladas na cidade três instituições e apenas uma se encontra a funcionar (ISPO), o que deverá servir de exemplo para uma reflexão profunda antes de se tomarem decisões. Apostar no conhecimento e na qualificação das pessoas deve ser encarado como uma mais-valia. Agora, não se lancem cursos à toa porque de cursos está o país cheio sem qualquer utilidade prática apenas porque à época era uma actividade rentável. Há entidades habilitadas que dispoem ou podem dispor de indicadores no sentido de contribuirem para uma escolha acertada ou pelo menos aproximada das reais necessidades locais/regionais. Então, sim. Há que apostar se for caso disso.
cumprimentos
 

Offline MiguelR

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 243
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Ensino Superior em Torres: apostar ou menosprezar?
« Responder #3 em: Novembro 22, 2006, 16:40:58 »
Atendendo à proximidade a Lisboa, valerá a pena existir ensino superior em T. Vedras? Talvez não! Será talvez melhor esse ensino estar mais centralizado mas dispor de melhores recursos humanos (professores)que deem crédito ao curso, melhores instalações, maiores apoios aos formandos e maiores possibilidades de integração no mercado de trabalho.
 

Offline jopamafe

  • Mensagens: 75
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://www.ovobjectivo.com
Ensino Superior em Torres: apostar ou menosprezar?
« Responder #4 em: Novembro 25, 2006, 07:01:06 »
Miguel, antes de "falares" toma atenção ao que dizes. Tudo o que dizemos tem um reflexo. Neste caso concreto, o que disseste pode induzir os forenses em erro.

O ensino universitário que existe em Torres Vedras é nocturno. Consegues dizer-me que a distância de Lisboa, à noite, não é "maior"? Depois de um dia de trabalho ter que encarar 50 Kms pra cada lado? E os custos de deslocação?
Eu já fiz Torres-Lisboa durante 7 anos e digo-te com conhecimento de causa que é saturante.
Outra coisa. Nem sempre melhores professores é sinónimo de melhor ensino.
Falando concretamente do curso que tem mantido o actual ISPO - Contabilidade e Administração - não é a população que tem que dar créditos. Muito menos a população "filhinha do papá" que teve a oportunidade de estudar numa universidade dita "afamada".
O melhor crédito é dado pela Câmara dos Técnicos de Contas. Esse é o "filtro" mais importante e único, independentemente da faculdade que o aluno tenha estudado.
E digo mais. Sabes quantos técnicos de contas formados no actual ISPO já existem na nossa região? Quantos ocupam cargos em empresas bem conhecidas como Chagas, Grupo Valouro, Riberalves, Sicasal etc... ??
Agora pergunto outra coisa. Já pensaram em perguntar a esses indivíduos, que hoje são excelentes profissionais, se teriam tido capacidade física, psicológica e não menos importante - financeira - para fazer o curso em Lisboa ?

Por tudo isto, eu considero que o ISPO é muito importante para a região. Mais importante do que a grande maioria da população pensa.

Concordo plenamente com o "The Eye" quando diz que as empresas poderão investir no seu futuro, utilizando recursos recém-formados no ISPO.

Esta é a minha opinião e vale o que vale...
« Última modificação: Novembro 25, 2006, 07:05:36 por jopamafe »
João Ferreira

Offline MiguelR

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 243
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Ensino Superior em Torres: apostar ou menosprezar?
« Responder #5 em: Novembro 25, 2006, 16:54:50 »
Caro Jopamafe,Não foi meu intuito ofendê-lo! Apenas expressei a minha opinião«Fico satisfeito em saber que os cursos do« Ispo««« t«êem aceitação no mercado de trabalho. Defendo no« entanto que o ensino supe«rior deverá ser mais centra«liza««do «e assim de melhor qualidade. Aliás esta opinião era defendida numa edição do Diário de N«otícias es«ta semana. De«fendo«««« ainda que na sua maioria os melhores cursos ainda estão felizmente «nas Universidades Públicas. Nestas andam concerteza« muitos "filhinhos do papá" (embora estes na sua maioria tendam a frequentar as Univ. «Privadas), no« en«tanto« f«reque«ntam« «as« «P»úb«licas muito boa ««ge«nte que «««entrou «pq teve «notas «p«a«r«a isso e que tb «não poderiam estudar «na«s «Priv«adas p«o«r não poderem supor«tar o«s c«ustos ««das mensalidades. Nas Públicas existem mtos estudantes trabalhadores« que fazem esforços q muita gente nem imagina para« poderem trabalhar e estudar ao mesmo tempo!
Este tipo« de disc«uss«ões tb não fazem sentido qd, quer estudemos nas Públicas, quer nas Privadas, todos nos encontramos à pro««c«ura de um futuro melho«r, concretizando «objectivos pessoais.«
Encerro« a minha discussão sobre este assu«nto.
 

Offline jbernardo

  • Mensagens: 2
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Ensino Superior em Torres: apostar ou menosprezar?
« Responder #6 em: Novembro 25, 2006, 18:27:00 »
Pois é,
A zona de Torres Vedras está bem servida com o ensino superior oferecido.
Estudei no ISPO durante 3 anos e deu um "jeitão". Depois de um dia de trabalho é extremamente difícil ir para Lisboa ter aulas e voltar. Isto só pode ser verdadeiramente avaliado por quem já o fez.

A grande limitação do ensino superior em Torres Vedras é a oferta de cursos, existe um curso base (contabilidade e administração) e outros com muito menor expressão. Provavelmente a oferta concentra-se em cursos mais rentáveis (com mais alunos), mas então e os outros cursos? Aí é que deve haver intervenção do sistema público (autarquia) pois a diversidade (sem exageros) só trará credibilidade e desenvolvimento.

Numa região como Torres Vedras o ensino superior deveria oferecer cursos técnicológicos de modo a complementar os curtos técnico-profissionais ministrados pelos excelentes estabelecimentos de ensinos ESCO e CENFIM, cujos alunos, muitas vezes, não continuam os seus estudos pois vão de imediato para o mercado do trabalho e a distância para Lisboa torna-se um impedimento.
José Bernardo

Offline jopamafe

  • Mensagens: 75
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://www.ovobjectivo.com
Ensino Superior em Torres: apostar ou menosprezar?
« Responder #7 em: Novembro 26, 2006, 06:29:48 »
É verdade, José Bernardo. Eu também fiz um curso tecnológico e parei, pois a distância de Lisboa acrescida aos parcos horários dos autocarros existentes na minha "terrinha", me forçaram a fazer STOP.

Quanto à envolvência da Câmara Municipal, Concordo plenamente, mas parece-me que o projecto "Instituto Superior de Gestão" (apoiado em grande parte pela mesma) foi um fiasco e como tal, deve custar a engolir o "sapo". No entanto e face às provas que o ISPO tem dado, julgo que poderia dar muito mais se tivesse um "empurrão".

Fica aqui um apelo aos responsáveis pelo Pelouro da Educação: Apoiem esta instituição, pois embora tenha fins lucrativos, é uma mais valia muito importante para a sociedade Torreense.

Sendo a Educação a base alicerçar de qualquer sociedade, Torres Vedras tem muito a "lucrar" com esta instituição.
Eu tenho conhecimento que já foi muito difícil, à actual direcção, mantê-la em funcionamento, pois o polo é pequeno e o custo dos formadores é o mesmo, independentemente da quantidade de formandos aos quais está a leccionar. É necessário acreditar que se está a desenvolver uma região e eles acreditaram e acreditam, daí terem trazido as licenciaturas para Torres Vedras.

« Última modificação: Novembro 26, 2006, 06:32:06 por jopamafe »
João Ferreira

Offline jopamafe

  • Mensagens: 75
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://www.ovobjectivo.com
Ensino Superior em Torres: apostar ou menosprezar?
« Responder #8 em: Dezembro 16, 2006, 09:37:21 »
Sendo o ensino universitário um tema tão importante, estou a estranhar não haver mais comentários a este tópico.
Nomeadamente por parte do pelouro da Educação da Câmara Municipal de Torres Vedras
João Ferreira

Offline André Martins

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2271
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Ensino Superior em Torres: apostar ou menosprezar?
« Responder #9 em: Dezembro 19, 2006, 06:08:18 »
Carissimo João, sabes perfeitamente q
André Martins

Torres Vedras é uma terra privilegiada. Pena é os privilégios não serem para todos...

Offline André Martins

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2271
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Ensino Superior em Torres: apostar ou menosprezar?
« Responder #10 em: Dezembro 19, 2006, 06:16:34 »
Carissimo joão, sabes perfeitamente, e eu também, que o ISPO se tem mantido graças à vontade férrea de 2 senhores, que tudo têm feito para manter aquela instituição. e é de louvar o seu trabalho, pois graças à persistencia deles, finalmente temos licenciaturas em Torres!!! E também sabes que quem sai daquela casa com um canudo tem grandes hipóteses de singrar na sua vida profissional... Se calhar é isso que ainda dói em muito boa gente desta terra... Mas a verdade é que lá continua o ISPO, por muitos e bons anos continue, pois é por lá que vou acabar a minha licenciatura, e como eu, muitas outras pessoas que para ali vão depois de um dia de trabalho!!! Ninguém nos dá valor? nem condições? Paciencia... Mas é inevitável que os nossos autarcas não se virem para aquela instituição, que aliada a outras da nossa terra, pode vir a ser uma das bandeiras pelas quais é conhecida a nossa cidade.

Cumprimentos académicos:

The Eye
André Martins

Torres Vedras é uma terra privilegiada. Pena é os privilégios não serem para todos...

Offline jopamafe

  • Mensagens: 75
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://www.ovobjectivo.com
Ensino Superior em Torres: apostar ou menosprezar?
« Responder #11 em: Janeiro 15, 2007, 23:17:39 »
A ausência de comentários a este Post evidencia a falta de interesse do edil pelo mesmo. Continuo a perguntar-me “Porquê ?”

Gostava de ver debatido este assunto
João Ferreira

Offline André Martins

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2271
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Ensino Superior em Torres: apostar ou menosprezar?
« Responder #12 em: Fevereiro 04, 2007, 01:57:01 »
De facto, o nosso ensino superior continua a ser um parente esquecido na nossa terra... A nossa Câmara só se lembra de nós de longe a longe, e só nos recebe no inicio do ano naquela que espero se mantenha tradicional "recepção ao caloiro".... Mas o que é um facto é que o ISPO por lá se mantém, vai manter, já tem licenciaturas e vai ter mais, o que me parece um bom sinal de vitalidade. e uma das licenciaturas vai ser das poucas instituições no país a ministrá-las... Pode ser que traga mais gente para Torres a fazer o seu curso superior, e não só à noite, como tem sido habitual nos ultimos anos. Assim seja!!!
André Martins

Torres Vedras é uma terra privilegiada. Pena é os privilégios não serem para todos...

Offline bestudante

  • Mensagens: 3
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Ensino Superior em Torres: apostar ou menosprezar?
« Responder #13 em: Fevereiro 21, 2007, 19:33:41 »
Antes de mais e como é o meu primeiro post neste fórum queria saúdar todos os que me estão a "ler".

Tenho tentado recolher informações sobre o ISPO, pois estou a morar aí perto e estudo à noite em Lisboa na área da contabilidade. Por uma questão de conveniência estou a ponderar mudar para o ISPO (mesmo a pagar). Mas não conheço ninguém que tenha lá estudado e algum receio (preconceito) acerca da qualidade dos professores e matérias. Pelo que sub-entendo haverá aqui alguns alunos actuais ou ex-alunos... será que me podia dar algumas referências?

Obrigado!

 

Offline JCBM

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 38
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Ensino Superior em Torres: apostar ou menosprezar?
« Responder #14 em: Fevereiro 21, 2007, 23:32:07 »
quote:
Mensagem original enviada por bestudante

Antes de mais e como é o meu primeiro post neste fórum queria saúdar todos os que me estão a "ler".

Tenho tentado recolher informações sobre o ISPO, pois estou a morar aí perto e estudo à noite em Lisboa na área da contabilidade. Por uma questão de conveniência estou a ponderar mudar para o ISPO (mesmo a pagar). Mas não conheço ninguém que tenha lá estudado e algum receio (preconceito) acerca da qualidade dos professores e matérias. Pelo que sub-entendo haverá aqui alguns alunos actuais ou ex-alunos... será que me podia dar algumas referências?

Obrigado!

Penso que os receios que indica são legitimos.No entanto as pessoas por vezes aventuram-se a tantas coisas e nem pensam se isto ou aquilo... e depois é só arrependimentos... Estes organismos e outros de porta aberta, têm naturalmente fiscalizações e têm de estar creditados, senão desaparecem de imediato.O ISPO tem bons profissionais, pelo menos é a minha opinião, pelo pouco tempo que estou familirizado com eles.