Autor Tópico: crise na Educação em Torres Vedras  (Lida 1144 vezes)

Offline DFerreira

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 413
  • Popularidade: +7/-2
    • Ver Perfil
crise na Educação em Torres Vedras
« em: Outubro 09, 2015, 22:43:36 »
Publicado no Badaladas em  08-10-2015

"Em Torres Vedras há crise na Educação: número de alunos teve quebra significativa
Passadas poucas semanas do arranque das aulas, a vereadora responsável pelo setor da Educação da Câmara Municipal de Torres Vedras revela alguma preocupação com a diminuição do número de alunos inscritos para este ano letivo."

Não posso deixar de comentar, à atenção da Sra Vereadora da Educação:

Quer aumentar o nº de crianças nas escolas do Concelho? Deixo algumas sugestões:

- Oferecer os manuais escolares a todos os alunos do 1º ciclo do ensino básico, à semelhança de Mafra. Chega de proteger a Papelaria União!
- Renovar ou reconstruir os edificios e renovar os espaços exteriores de todas as escolas antigas! A escola básica de Torres Vedras está igual ao tempo em que andava lá, a quase 30 anos.
- Garantir alimentação decente, no lanche da manhã e almoço, com boa confecção, e ementa elaborada por nutricionista credenciada, e alternativas para alergénicos. A resposta dada pela coordenadora da escola a esta questão, chutando a responsabilidade para os  pais, merecia uma reclamação à Inspeção da Educação, no mínimo.
- Garantir a prática de Jogos e Educação Física no recinto escolar, em pavilhão próprio! Sem pavilhão, as crianças, ou vão à chuva para a Física, ou não vão! É discriminatório em relação às escolas com pavilhão, a legalidade é discutivel.
- Garantir a segurança pedonal e rodoviária nas imediações das escolas, passeios e passadeiras, principalmente às horas de entrada e saída. Gasta-se dinheiros nos fiscais da Promotorres, não é para andarem a passear a farda.

Por uma fracção do que se gasta em Boletins Municipais a promover o sr. Presidente e do que se gasta em pontes pedonais de gosto arquitetonico discutivel,  garantia-se escolas de qualidade mínima, acima do que existe agora!

O problema não está na crise ou na falta de recursos dos Pais, Sr. Presidente e sra. Vereadora, agradeço a preocupação.
O problema está em vocês, que estoiram o dinheiro em fotogenia para o Badaladas.



Offline Carlos Miguel

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 779
  • Popularidade: +1/-4
    • Ver Perfil
    • http://www.cm-tvedras.pt
Re: crise na Educação em Torres Vedras
« Responder #1 em: Outubro 16, 2015, 09:14:19 »
O investimento da Câmara Municipal na rede escolar do Concelho, no âmbito do quadro comunitário de apoio 2007-2014 foi de € 20.000.000,00, dos quais € 10.000.000,00 de fundos comunitários e € 10.000.000,00 do orçamento da Câmara.
Tal investimento traduz-se em dezasseis novos Centros Escolares.
Está tudo feito? Não!
Tem que se fazer mais? Sim!
Algum Município do Oeste faz mais do que Torres Vedras? Não!
Cumprimentos.
 

Offline DFerreira

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 413
  • Popularidade: +7/-2
    • Ver Perfil
Re: crise na Educação em Torres Vedras
« Responder #2 em: Outubro 18, 2015, 11:28:57 »
Respota tecnocrática, vazia de apresentação de resultados!

É a velha receita socialista de atirar dinheiro para infraestruturas, ignorando o resto.

Offline DFerreira

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 413
  • Popularidade: +7/-2
    • Ver Perfil
Re: crise na Educação em Torres Vedras
« Responder #3 em: Outubro 20, 2015, 16:33:25 »
Voltando à questão dos gastos na Educação neste concelho:

Compreendo a necessidade de investir 20M€ em 16 novos centros escolares do concelho, mas:

- porque é que o investimento é 0€ nas infraestruturas da EB1 Torres Vedras?
- porque são feitos melhoramentos na mobilidade pedonal e circulação rodoviária das EBs, excepto na EB1 de Torres Vedras?
- porque é que (corrijam se estou enganado) todas as EBs têm cozinha para confecção das refeições, excepto a EB1 de Torres Vedras?
- porque é que o programa de caminhar as crianças para as escolas foi criado nas EBs da cidade, excepto da EB1 de Torres Vedras, só a partir deste ano?
- quanto se gastou a pintar passadeiras e a colar placas de ciclovias na Henriques Nogueira? De que serviu? Que outros investimentos na educação e mobilidade infantil se podia fazer com esse dinheiro?
- há quanto tempo as Agostinhas estão paradas? Quanto custou? Que outros investimentos na educação e mobilidade infantil se podia fazer com esse dinheiro?
- Nas palavras do Presidente, fez-se um trabalho louco na colocação de pinos nas vias da cidade. Porque não se deu prioridade às zonas escolares?
- A fiscalização de trânsito da cidade passou 1600 autos no mês de Março: quantos desses estão relacionados com estacionamento em 2ª fila, passadeiras e passeios, e quantos não passam de multas por falta de ticket? Que melhoramentos houve na fluidez, circulação, e mobilidade pedonal desde as alterações do ano passado?


"Está tudo feito? Não!
Tem que se fazer mais? Sim!"

Já muito se podia ter feito, se houvesse uma eficaz utilização de recursos, orientação de investimentos para as reais necessidades das pessoas.

Talvez assim, a crise escolar não tenha que ser

Offline vigilante

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 569
  • Popularidade: +4/-1
    • Ver Perfil
Re: crise na Educação em Torres Vedras
« Responder #4 em: Novembro 23, 2015, 05:58:15 »
A aposta nas infrastruturas, quando a tendencia é a diminuição dos utilizadores. A receita do Sr Eng Sócrates....