Autor Tópico: Associações de Pais e Encarregados de Educação  (Lida 7784 vezes)

Offline ASilva

  • Mensagens: 6
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Associações de Pais e Encarregados de Educação
« Responder #30 em: Fevereiro 28, 2005, 07:19:52 »
O tema da "EDUCAÇÂO" Familiar e/ou Escolar é um tema para o qual apelo ao interesse e intervenção de toda a comunidade uma vez que entendo que vivemos tempos de dificuldades diversas com os resultados obtidos com a educação, e agora vou dedicar-me exclusivamente ao aspecto da Educação Familiar.
Eu entendo que há muitas experiências por trocar entre famílias quanto aos resultados que obtêm com o seu sistema de educação.
Embora entenda que não há um sistema infalível, entendo tambêm que há muita confusão, e porquê ???
Em primeiro lugar porque alguns sistemas tradicionais de educar, baseados na transmissão por gerações, há alguns anos atrás foram postos em causa, e no entanto parece-me que obtinham mais resultados do que diversas propostas actualizadas.
Em segundo lugar porque a informação é tanta, com tantas conotações e tantas correntes, que, ou o responsável por educar tem capacidade de discernir e aproveita o que é útil, ou baralha-se de tal forma que aplica tudo o que lhe vai chegando ao conhecimento, e a EDUCAÇÂO é fornecida sem uma linha de orientação coerente.
Em terceiro lugar há casos de pessoas, que teriam responsabilidades como educadores, mas infelizmente, também eles já não receberam uma orientação correcta, e isso agora reflecte-se como incapacidade de transmitir educação.
Estes casos, ou não têm solução ou exigem  outro tipo de intervenção social. De certeza que não é neste fórum que irão recolher alguma experiência.
Há uma coisa que sei que está certa (de entre muitas outras), - não podemos educar os nossos filhos como o vizinho educa os dele - podemos retirar bons exemplos, experiências que reconhecemos serem úteis, mas a estratégia de educar deveria ser planeada, trabalhada e formada por cada educador.
Não está a ser assim ??? Infelizmente nem sempre.
Notam-se dificuldades de orientação de educação (que compete á Família)  nas Escolas, nas Salas de Aula, na rua, nos órgãos de  comunicação social e informação.
Um educador, quando ganha a possibilidade/oportunidade de o ser, já deveria ter um mínimo de preparação e, depois, ter capacidade para desenvolver a forma de educar, deste modo, iremos falhar concerteza, mas, ao estar-mos atentos temos sempre hipótese de corrigir.
O que é efectivamente mau é se falhamos e não corrigimos.

Por hoje, da minha parte é tudo, mas, dadas as dificuldades que existem neste assunto, apelo á troca de experiências pessoais de educação na família, neste fórum, e porque não neste tópico ??? ele não estará intimamente relacionado ???.
Cumprimentos.
A.Silva
 

Offline nelly

  • Mensagens: 13
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Associações de Pais e Encarregados de Educação
« Responder #31 em: Fevereiro 28, 2005, 22:26:11 »
Olá a todos

JoanaBacelar escreveu:
> a OCDE num relatório elaborado a partir dos dados do PISA

  Joana as conclusões dependem dos factores analisados. Se a “qualidade do professor” não foi avaliada não vai aparecer no relatório. Os alunos com mais poder económico têm pais com melhor nível de instrução e acesso ás melhores escolas que têm os melhores professores.


>Parece que há quem ache que o insucesso escolar é originada por diversos factores.
>Penso que o importante aqui é tentar perceber como podemos alterar o rumo que isto está a levar...

Diversos factores foram levados em consideração, os pesquisadores quiseram descobrir qual a influência que cada factor tinha no processo de aprendizagem do aluno.

Se alunos que sempre tinham os piores resultados eram sempre os mais pobres e com mais problemas porque é que quando eram ensinados por determinados professores obtinham resultados acima da média.

Por exemplo, um aluno que apresente os seguintes factores:
conflitos familiares, instabilidade característica na adolescência e “dificuldades de aprendizagem”

qual será o desempenho escolar  se tiver:
 
•   um professor de alta qualidade
•   um professor de baixa qualidade

A conclusão a que se chegou foi que a qualidade do professor era o factor que tinha maior peso e os alunos com mais dificuldades dependiam mais do professor.

O passo seguinte foi avaliar qual o peso que a qualidade do professor exercia no processo de aprendizagem do aluno.

 

As perguntas que faço são:
Em Portugal quais os estudos que foram feitos que avaliam o peso de cada factor e principalmente o factor “qualidade do professor”. Decerto que existem muitos estudos, quais os resultados que referem a qualidade do professor?
Porque é que directores de turma sempre dizem que a culpa é do aluno e dos pais e fazem com que muitos pais coloquem os filhos de castigo?
Se a culpa principal é de diversos factores a nota que o aluno tem no final do ano está a ser dada ao desempenho do aluno ou aos diversos factores? A final a nota do final do ano está a avaliar o quê?  

Neste caso por exemplo em que o professor é acusado de bater e humilhar o aluno? Decerto um caso isolado mas como ter a certeza do que se passa realmente na sala de aula? http://www.correiomanha.pt/noticia.asp?id=151279&idselect=10&idCanal=10&p=94

Deve-se pedir o uso de uma webcam na sala de aula para os pais monitorizarem o seu filho quando se trata de crianças pequenas e os pais desconfiam que se passa algo de errado?  
 

Offline nelly

  • Mensagens: 13
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Associações de Pais e Encarregados de Educação
« Responder #32 em: Fevereiro 28, 2005, 23:41:07 »
A.Silva escreveu:
>O que não concordo garantidamente é que sejam professores de Escolas, numa reunião geral de pais >de uma turma, a aconselharem os pais a porem os seus filhos em explicações, porque a disciplina A ou >B está a tornar-se muito difícil para a comunidade de alunos.


Se os professores não conseguem explicar a matéria e um explicador consegue tem que se contratar os explicadores para dar aulas na escola e dispensar o professor. A questão é se a matéria está muito difícil para o professor explicar ou para o aluno aprender? Se o explicador consegue explicar porque é que o professor não consegue?
 

Offline nelly

  • Mensagens: 13
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Associações de Pais e Encarregados de Educação
« Responder #33 em: Março 01, 2005, 19:52:46 »
Olá a todos

Como ajudar os filhos a estudar?
Uma das técnicas que eu gosto de usar para facilitar a memorização e aprendizagem de matéria da escola são os mapas mentais alem de divertido a matéria fica organizada e resumida.

Tem um site interessante em portugues:

“Mapas mentais são diagramas da categoria dos organizadores gráficos, da qual também fazem parte o diagrama espinha de peixe, o mapa conceitual e outros. Um MM é formado por tópicos, ramos e relações, organizados em níveis a partir de um tópico ou idéia central, e é por isto que a forma de pensar associada a essa estrutura é chamada pensamento radiante. Um tópico pode ser representado por uma palavra ou expressão, uma imagem ou ambos”
http://www.mapasmentais.com.br/artigos/p_e_r.asp


Alguns exemplos de mapas mentais feitos estudantes ou professores:
http://www.mapasmentais.com.br/modelos/escolares/escolares.asp

Outros exemplos de mapas mentais:
http://www.mind-map.com/EN/mindmaps/gallery.html

O software intelimap é gratuito e em português:
http://www.mapasmentais.com.br/recursos/software.asp

Mais informações sobre os mapas mentais:
http://www.mapasmentais.com.br/recursos/publicacoes.asp

Cumprimentos
 

Offline armando

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 276
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
    • Armando Fernandes - Consultor de Negócios
Associações de Pais e Encarregados de Educação
« Responder #34 em: Março 02, 2005, 05:52:39 »
Olà Nelly
Venho agradecer seu contributo, e informá-la de que alguns dos assuntos que tem levantado aqui estão a ser objecto de reflexão na Associação de Pais e Encarregados de Educação dos Alunos da Escolas Secundárias de Torres Vedras.
Sobre a sua sugestão de mapas mentais, entendo que este tipo de recurso é um bom auxiliar de estudo. Eu próprio desde há algum tempo utilizo o Mindmanager para organizar o meu trabalho.

Cumprimentos,
Armando Fernandes

Offline nelly

  • Mensagens: 13
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Associações de Pais e Encarregados de Educação
« Responder #35 em: Março 02, 2005, 19:23:21 »
Olá a todos

Para os pais que estão interessados em metodos diferentes de ensinar a matematica:

 Matemática


Chisenbop ou Matemática do Dedinho.

O chisenbop ajuda crianças a ter um melhor desempenho de uma forma fácil e divertida apenas com o uso dos dedos das mãos. De origem coreana e inventado em uma época remota é um sistema simples e similar ao do ábaco e limita-se ao cálculo das quatro operações representa no máximo até ao número 100. É ensinado no infantário e ensino primário e em casa por pais entusiastas.

http://klingon.cs.iupui.edu/~aharris/chis/chis.html


Cuisinaire Rods

São pequenos blocos rectangulares com varias cores e tamanhos. Que tornam a matemática mais divertida e fácil de entender também pode se usar o lego.

http://www.arcytech.org/java/integers/index.html


Soroban

O Soroban é uma versão simplificada do ábaco chinês (swanpan). Introduzido no Japão no século XVI foi consecutivamente simplificado até chegar ao formato actual. Consiste numa armação retangular com varias colunas de contas, cada coluna tem cinco contas que representam os números de 0 a 9. Cada uma das colunas e representam as unidades, dezenas, centenas e milhares. Com contas em formato de diamante que permitem fazer as quatro operações, calcular percentagens, raízes quadradas e raízes cúbicas, o Soroban é um instrumento que ajuda a transformar o conceito abstracto dos números em algo tangível e fácil de manipular. Uma versão adaptada do soroban é usada para ensinar matemática a alunos com deficiência visual.
Países onde o ábaco é usado:

China, Coreia, Taiwan, Filipinas, Hong Kong, Rússia USA, Brasil, México.
Países onde está a ser objecto de pesquisa:
UK, Canada, Singapura, Índia, Alemanha, Franca, Itália, Bélgica, Dinamarca, Noruega, Espanha, Suiça.

http://es.geocities.com/sorobanyabacos/soroban/prologo.html
http://es.geocities.com/abacosoroban/
http://www.findarticles.com/p/articles/mi_m1310/is_1986_Nov/ai_4589203
http://www.psc.ne.jp/soroban/abroad/abroade.html

Técnica Anzan

È uma técnica avançada do soroban em que o calculo é feito com um soroban imaginário. È uma técnica muito usada em calculo mental. Transformados em calculadoras humanas para muitos jovens o anzan não passa de um emocionante jogo de competição em que operações com nove ou dez dígitos são feitas mentalmente em poucos segundos por qualquer participante e em que o objectivo é ser o mais rápido.

http://www.jamsportland.com/files/washington_post.asp
http://www.taiwanheadlines.gov.tw/20001211/20001211s8.html
http://www.jamsportland.com/files/wsj_article.asp


Método Vedic

Método ancestral originário da Índia foi recuperado de antigos textos sânscritos chamados Vedras no princípio do século XIX. A Matemática vedic usa um grupo de 16 fórmulas matemáticas chamadas sutras e 13 subsutras. É usado para responder oralmente problemas de aritmética, álgebra, geometria e trigonometria. Levado para o Reino Unido nos anos 60 passou a ser ensinado em diversas faculdades e escolas particulares com o mesmo sucesso que tem na Índia.

http://www.hinduism.co.za/vedic.htm#What%20is%20Vedic%20Mathematics
http://www.vedicmaths.org/Home%20Page.asp
http://www.vedamu.org/Mathematics/course.asp

Sistema Trachtenberg

O engenheiro Russo  Jakow Trachtenberg inventou o método “speed math” enquanto prisioneiro num campo de concentração alemão durante a segunda guerra mundial. Na Suiça ensinou o seu método a crianças  depois passou a ser adoptado por varias escolas. Consiste numa série de regras similar ao Método Vedic.

http://www.hyper-ad.com/tutoring/math/algebra/Trachtenberg/Algebra_and_Arithmetic_Multiplication_by_Eleven.htm
http://www.hyper-ad.com/tutoring/math/algebra/Trachtenberg/Introduction#Introduction


para ajudar a traduzir:
http://www.google.pt/language_tools?q=sand++sargu&hl=pt-PT&lr=

Cumprimentos
 

Offline nelly

  • Mensagens: 13
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Associações de Pais e Encarregados de Educação
« Responder #36 em: Abril 12, 2005, 19:52:30 »

Olá

Se alguem estiver interessado em:

    1-   Enunciados dos Exames Nacionais 2004, 1ª e 2ª Fases do 12ªano:

            http://campus.sapo.pt/7C1D/555829.html
            http://campus.sapo.pt/7C1D

    2-   Tecnicas de memorização em português:

            http://turma.sapo.pt/7C031/353427.html
            http://campus.sapo.pt/7C03


     3-  Tecnicas de memorização (em inglês):
           
            http://www.mindtools.com/pages/article/newTIM_11.htm
            http://www.winwenger.com/archives/part8.htm
            http://www.vlaardingen.net/~tom/Mainmenu.htm
            http://www.ludism.org/mentat/MemoryPalace
            http://userpage.fu-berlin.de/~tanguay/memory.htm



     4-   Ler sobre sucesso (em inglês):
          Um dos livros mais vendidos e um dos autores mais conhecidos sobre sucesso    
          que se tornou dominio publico,

             http://www.workathomebiz.info/freeebooks/ThinkGrowRich.pdf

 
Cumprimentos
 

Offline Joaquim Pinto

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 100
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://jpintoseguros.no.sapo.pt
Associações de Pais e Encarregados de Educação
« Responder #37 em: Junho 18, 2005, 19:11:06 »
Este é em meu entender um dos tópicos com intervenções sérias, podemos passar para debates em grupo, muita coisa foi feita ou tentada em prol da educação, visitem "apeeestv.planetaclix.pt" e podemos marcar data caso achem que tem interesse.
Contactem o Armando e podemos avançar. Gostaria de acabar com uma citação muito usada por uma pessoa muito coerente e com muito boas intervenções no Forum ( e que gostava de conhecer pessoalmente ).
"Não perguntes o que o teu país pode fazer por ti, mas o que podes fazer pelo teu país" JFK
joaquim pinto

Offline JCBM

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 38
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Associações de Pais e Encarregados de Educação
« Responder #38 em: Dezembro 08, 2006, 01:16:54 »
quote:
Mensagem original enviada por armando

Sou o Presidente das Direcção da Associação de Pais e Encarregados de Educação das Escolas Secundárias de Torres Vedras.
Gostaria de debater os problemas do ensino secundário.

Assim gostaria de debater alguns temas:

- Como ajudar os filhos a ter sucesso escolar
- Insucesso escolar
- Assiduidade
- Participação dos pais nas actividades escolares
- Para que serve uma Associação de Pais


 

Offline JCBM

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 38
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Associações de Pais e Encarregados de Educação
« Responder #39 em: Dezembro 08, 2006, 01:19:35 »
Quando há um ano atrás tive conhecimento da existência dos Ginásios de Matemática em Portugal, disse para mim mesmo:finalmente vamos ter os nossos jovens aptos para o desenvolvimento matemático.Conheci estes ginásios há uns anos atrás em Dallas, Estados Unidos, quando me desloquei àquele Continente e achei que era algo interessante para o nosso País.Entretanto contactei em Lisboa por mail o Mathnasium, e perguntei:
" Quero inscrever o meu filho de 10 anos num dos vossos centros.Sabendo que o vosso método é Excelente, sei também que a qualidade dos monitores é fundamental! Certamente terão um método de avaliação dos vários Centros, pelo que faço esta pergunta Descarada:
Na zona de Lisboa recomendem-me dois ou tres centros :"
Responderam-me :

" O serviço de educação-tal como aliás qualquer Serviço-tem dois aspectos muito importantes:
1- O Produto, isto é, aquilo que se entrega ao Cliente e,
2- O Serviço de entrega, isto é, a forma como se faz a entrega do produto ao Cliente.
Asseguro-lhe que os Centros MATHNASIUM têm dos melhores produtos disponiveis no mercado da educação (incluindo escolas) em Matemática em Portugal.
Em relação ao Serviço, que depende muito mais da componente humana, particularmente da Vocação e da motivação, asseguro-lhe, também, que somos todos muito selectivos na escolha dos nossos instrutores. Para além da capacidade técnica na Matemática, os Instrutores devem deixar transparecer sem limites o seu gosto por trabalhar com crianças-porque afinal são eles os seus clientes-bem como o prazer em ensinar Matemática.
Encontra todos estes requisitos noutros espaços?
Por tudo isto, permita-me sugerir que não tenha receio.Invista hoje mesmo na educação do seu filho. Ajude-o a descobrir a Matemática que faz sentido!
Muito Obrigado pela sua preferencia."

Convenceu-me! Inscrevi o meu filho em Loures e na realidade a evolução de raciocinio de antes para depois é extraordinário.

Cumprimentos.

 
 

Fechar Janela