Autor Tópico: Debaixo do tapete  (Lida 960 vezes)

Offline amarques

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 138
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Debaixo do tapete
« em: Abril 24, 2011, 10:07:35 »
Parece ser a opção mais apreciada pelas populações na resolução do problema da recolha/tratamento/valorização dos resíduos que produzimos todos a uma aceleração vertiginosa. E falo de todo o tipo de resíduos.
Vamos ao assunto. 
Estou preocupado com a qualidade da informação posta na discussão pública sobre a situação geográfica do projecto e com alguma falta de senso e serenidade na sua avaliação.

Este assunto, o do "que fazer ao lixo?" é determinante na qualidade ambiental futura do nosso Concelho.
 
Todavia, levará uma paciente década a resolver se não nos enganarmos ou deixarmos enganar pelo discurso demagógico de quem quer vencer, circunstancialmente, noutro tabuleiro qualquer. Quem quer que seja que o faça não estará a contribuir para a resolução do problema!

Mais, estará a comprometer os equilibrios naturais que nos suportam.

Esta matéria, como algumas outras, não deveria fazer parte da agenda eleitoral dos autarcas ou dos pretendentes a.
A sua correcta avaliação e decisão poderá evitar sobrecargas orçamentais no futuro, com as habituais emendas e desvios.
Temos alguns exemplos disso no Concelho.
As Juntas de Freguesia, devidamente municiadas de informação técnica actual de como funcionam as unidades modernas de recolha e tratamento de resíduos, poderão ser instrumentais na resolução deste nosso problema.
Não ganharemos nada jogando com a falta de informação ou com a sua sonegação. Temos todos de saber tudo sobre tudo.
Para decidirmos bem.
Cordialmente,


Afonso Marques